As primeiras 50 toneladas a gente nunca esquece



É exatamente isso, foram aproximadamente 51 toneladas de soja que compuseram o nosso primeiro carregamento na nova frente que o grupo T2P faz parte, o agronegócio.


O agronegócio é um setor econômico de grande importância na sociedade mundial por envolver uma cadeia produtiva de alimentos que, além do consumo e a comercialização de seus produtos, articula diversos setores como agricultura, pecuária e indústria.


E adentrando nesse novo seguimento, estamos contribuindo para a melhoria e desenvolvimento do país, transportando alimentos e gerando mais empregos.



Quem nos deu esse voto de confiança foi nosso mais novo cliente, Bunge Limited. Bunge é uma empresa multinacional de agronegócio e alimentos americana com sede em St. Louis, Missouri, e incorporada nas Bermudas.


Verticalmente integrada, a empresa comercializa e processa grãos como (soja, trigo e milho), produz alimentos (óleos, margarinas, maioneses, azeites, arroz, atomatados, farinhas e pré misturas para bolos), atua em serviços portuários e de logística e produz açúcar e bioenergia.


De origem holandesa, está presente no Brasil, onde é a principal empresa do ramo agro-alimentar e a maior exportadora do país. No Brasil, a Bunge alimentos conta com mais de 20 mil empregados, trabalhando em cerca de 100 instalações, entre fábricas, usinas, moinhos, portos, centros de distribuição e silos, em 17 estados e no Distrito Federal. É detentora de várias marcas, tais como Salada, Soya, All Day, Cardeal, Delícia, Primor, Etti, Salsaretti e Bunge Pro.


E para cumprir essa missão já contamos com 9 caminhões Graneleiros e Basculantes mas não vamos parar por ai, até Julho de 2021 estaremos ampliando nossa frota para 70 caminhões e queremos fechar o ano com 100 caminhões rodando pelo Brasil, geranado empregos e transportanto o desenvolvimento do país. Esse é o grupo T2P, uma empresa que acredita no desenvolvimento e trabalha para fazer acontecer.


Conheça um pouco mais da nossa frota na galeria abaixo:


350 visualizações0 comentário